Páginas

quarta-feira, março 28, 2007

Salvador, 458 anos

Salvador comemora hoje 458 anos de sua fundação e vale lembrar um pouco de sua história e sua beleza:

A história da cidade de Salvador inicia-se 48 anos antes de sua fundação oficial com a descoberta da Baía de Todos os Santos, em 1501. A Baía reunia qualidades portuárias e de localização, o que a tornou referência para os navegadores, passando a ser um dos pontos mais conhecidos e visitados do Novo Mundo. Isso fomentou a idéia de construção da cidade. O rei D. João III, então, nomeou o militar e político Thomé de Sousa para ser o Governador-geral do Brasil e fundar, às margens da Baía, a primeira metrópole portuguesa na América.


Em 29 de março de 1549, a armada portuguesa aportava na Vila Velha (hoje Porto da Barra), comandada pelo português Diogo Alvares, o Caramuru. Era fundada oficialmente a cidade de Cidade do São Salvador da Baía de Todos os Santos, que desempenhou um papel estratégico na defesa e expansão do domínio lusitano entre os séculos XVI e XVIII, sendo a capital do Brasil de 1549 a 1763.

O trecho que vai da atual Praça Castro Alves até a Praça Municipal, o plano mais alto do sítio, foi escolhido para a construção da cidade fortaleza. Thomé de Souza chegou com uma tripulação de cerca de mil homens – entre voluntários, marinheiros soldados e sacerdotes, que ajudaram na fundação e povoação de Salvador.

Fonte: Emtursa

Hoje esse trecho reformado abriga o complexo turístico do Pelourinho, onde misturam-se gente de todas as raças, credos e nacionalidades, numa mistura que descamba na "preguiça" do baiano, no andar ritmado das baianas e no desengonçado jeito das "brancas" que vêm de outros países tentando aprender a dançar os ritmos sensuais da terra e descobrir os mistérios impregnados nos cheiros exóticos que saem dos tabuleiros e mescla-se com o som contagiante da música tocada nas esquinas com sua poesia de praça e alegria de viver, Assim é Salvador.

Saiba mais sobre a terra da alegria:

Postar um comentário