Páginas

domingo, novembro 05, 2006

O desejo de ser IDIOTA

Estou passando pelas ruas do bairro da minha infância e ficando mais e mais decepcionado com o que vejo; não por ser o meu bairro, lugar em que cresci e descobri as primeiras coisas da vida que valiam a pena, namorar, cinema com os amigos, ir praia e curtir um som com a galera. E essa é a parte que me decepciona mais: Hoje os jovens que vejo (e muitos "adultos" também) não sabem distinguir o som de um peido no alto-falante de música de verdade, e não, não estou me referindo a gêneros musicais, tá lá na descrição do meu perfil, curto de tudo um pouco à exceção...
Estou falando de barulho mesmo, da mania idiota de colocar um som que vale três ou quatro vezes o valor de um carro e só aproveitar essa aparelhagem para ouvir DUM! DUM! DUM! não importando se a música tocada é um solo de violino ou arrocha de pior qualidade, é sempre DUM! DUM! Os graves sufocando o vocal, o acompanhamento, o ritmo. Tudo pela necessidade de chamar a atenção ou ser IDIOTA, apenas isso justifica o fato de dois ou três caras pararem seus carros um ao lado do outro e cada um colocar uma música completamente diferente, no mais alto volume, com o grave totalmente aberto criando uma cacofonia irritante que fere os ouvidos, mas faz as pessoas olharem para os donos mal amados de tais carros e pensarem "coitadinhos" ou "filhosde%$#@"; tanto faz, eles querem ser os IDIOTAS do momento, querem mostrar que possuem um som que toca músicas que ninguém consegue escutar, mas que todos sabem só podem ser (re)produzidas em aparelhos caríssimos...
Fosse apenas isso. Mas não há aqueles que não possuem dinheiro para comprar uma aparelhagem capaz de fazer tanto barulho, esses compram "descargas" (oficialmente chamadas de silenciosos) e colocam em seus automóveis ou motocicletas (e pasme, até em bicicletas motorizadas). Para quê? - Fazer barulho e chamar a atenção das pessoas para a IDIOTICE que eles fazem. Já repararam como, principalmente motoqueiros IDIOTAS, ficam acelerando a moto apesar de parados conversando com os amigos? fazendo isso criam uma autoresposta nos passantes que automaticamente viram a cabeça para ver de onde vem o barulho e lá encontram o IDIOTA, que agora deve estar satisfeito por ser lembrado, já que não possui outro atrativo a não ser o de antipatizar os outros.
Talvez seja a hora de criar uma ONG que ampare esses seres tão carentes de olhares e atenção, que ela os recolha nas ruas e os leve a um lugar tranqüilo, onde possam ser desvendados os mistérios da IDIOTICE desses coitados, quem sabe se encontramos a causa possamos criar uma vacina que lhes aumentem a sensibilidade auditiva e acabe com a sua necessidade de permanecerem IDIOTAS no dia-a-dia.
Postar um comentário