Páginas

sábado, outubro 07, 2006

Vôo 1907


Quando eu vejo alguém se apressando para desmerecer o trabalho de outro e dizer que existe um descontrole e uma péssima execução do serviço, começo logo a perceber pontas de desespero na voz do interlocutor; é a velha história do gritar mais alto para ver se amedronta o oponente. Claro que se você está acompanhando as notícias sobre o pior acidente aéreo já ocorrido em terras brasileiras, deve ter sacado que falo das declaracões levianas, apressadas e cheias de autodefesa do jornalista americano que estava a bordo do legacy que colidiu com o avião da gol e que, supostamente, foi o causador do acidente.
Claro que a situação deve ser bem investigada e os órgãos responsáveis estão cuidando disso, mas já foi dito pela maioria dos especialistas que dificilmente acidentes desse tipo ocorrem por falha do equipamento, mas sim por falha humana, principalmente em aviões tão novos. O fato é que desde o início já se sabia que o legacy estava voando acima do teto estimado em seu plano de vôo e que o transponder estava desligado (o que já foi comprovado com as informações obtidas através da caixa preta do avião), o motivo para tal desligamento é que é o mistério: Teriam os pilotos americanos desligado o aparelho para ficarem invisíveis no radar e poder testar o avião recém adquirido? Seria esse o motivo do jornalista se apressar a dar as declarações que deu, afirmando que o controle aéreo nacional é uma droga? Por saber que haviam efetuado uma manobra ilegal e perigosa, achando talvez que estivessem numa zona sem tráfego aéreo? Afinal já foi demonstrado que não existem "zonas fantasmas" no espaço aéreo da Amazônia. Alegam alguns que os controladores podiam ter tentado contactar o Boeing e avisá-lo da iminente colisão, já que o Legacy não pôde ser contactado, mas será que o Legacy estava aparecendo no radar, mesmo com o transponder desligado? Isso influenciaria ou não a visão dos dados do avião em terra? Porquê o Legacy não conseguiu contao com a torre e Brasília e só após algum tempo fez contato com outro avião americano antes de conseguir pousar? Bem só o tempo e o término da investigação poderão dar uma versão aceitável e próxima da verdade sobre o ocorrido. Enquanto isso algo para se refletir:
Um sindicato americano de pilotos está recomendando que seus associados não voem em países que pode acusá-los de homicído em caso de acidentes;
Políticos americanos estão fazendo pressão para que os pilotos (que não estão presos) sejam liberados para deixar o País e voltar para os EUA;
Se a situação fosse o oposto estaríam os nossos "represntantes políticos" agindo assim? Lembra-se do caso de Jean Charles, o brasileiro morto "por engano" em Londres? O caso dele foi tratado assim? Quem foram os nosso políticos que pressionaram pela prisão dos responsáveis, você sabe? Eu não.
Leia Mais AQUI.
Postar um comentário